• lilianatinocobaeck

Ela quer captar a alma



Quando recebi o convite da fotógrafa Livia Fernandes, do Fotos na Suíca (instagram “fotosnasuica) para fazer uma sessão de fotografia em Emmental, não poderia imaginar que seria tão divertido. Nunca tinha feito algo assim e me surpreendi. Mais que um dia bacana, passear com fotógrafa é uma experiência. Rimos, comemos, apreciamos paisagens, ângulos e falamos sobre a vida

Nessas conversas, Livia me contou sobre a sua paixão pela fotografia e como a mudança do Rio de Janeiro para a Suíça a fez ter mais tempo para esse hobby, que se tornou há pouco uma nova profissão. Contadora de formação, ela é mãe e deixou o Brasil com mais de 40 anos.



Especialistas dizem que migração tardia é mais complicada, mas a carioca coloca em dúvida essa máxima. É uma dessas migrantes que tenta abraçar a vida de expatriada com mais positividade, que se abre para o novo e se reinventa.

Ela é uma entre várias que conheço, tenho visto muitas “Lívias” nessas minhas andanças de jornalista especializada em migração. A força dessas mulheres, que deixaram suas vidas no Brasil para acompanhar o marido ou se casar, vem da vontade de reconstruir uma imagem, até de si mesma, no novo contexto cultural.

A fotografia, de uma certa forma, capta esse momento e eterniza. O exemplo de Livia ficará marcado para mim.

Algumas perguntas que ela me fez para que eu pensasse na minha vida durante a sessão: “Sua imagem passa o que você é? O que eu você quer expressar?”. Pegou-me de surpresa, mas achei relevante para quem quer captar a alma.

64 Ansichten

Postagens & Reportagens